Busca:

Como funciona o Cartão de Credito


O cartão de crédito facilita a vida de muita gente. Algumas pessoas não vivem sem ele. Ele surgiu há 55 anos nos Estados Unidos e hoje está nas mãos de gente de todo tipo, que ganha e que não ganha bem. Mas, muitos exageram nos gastos com cartão só porque pode pagar depois. É aí que a situação se complica. O sucesso do cartão de crédito começou a cerca de 10 anos.

clip_image002

O cartão é um instrumento prático, útil e que revolucionou o mercado financeiro.

Vamos entender como ele funciona:

Você pede ao banco um cartão de crédito; escolhe a marca e a data de pagamento; o banco define o limite de gastos que você pode ter; normalmente, é cobrada uma anuidade que pode ser paga em três ou quatro vezes;

você paga suas contas com o cartão; na data de vencimento, tem duas opções: paga tudo à vista ou o mínimo definido pelo banco (aí, são cobrados juros, que variam de 10% a 14% ao mês).

Atenção: o ideal é usar o cartão de crédito quando você tiver certeza que, no dia do vencimento da fatura, você terá dinheiro para quitar tudo. De nada adianta pagar somente o mínimo porque você acaba deixando que os juros de 10% a 14% vire uma bola de neve…

Uma pesquisa feita pelo Procon de São Paulo com 10 bancos mostrou que a taxa média de juros do empréstimo pessoal pode chegar a 85% ao ano. Os juros cumulativos do cartão de crédito ultrapassam os 200%.

Para fugir dessa armadilha, a melhor alternativa é o empréstimo consignado, aquele descontado em folha de pagamento que não passa de 25%.

O número de brasileiros que usam o cartão de crédito aumentou 500% em 10 anos. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Créditos e Serviços, eram 11,2 milhões de pessoas em 1994. Em 2004, esse número saltou para 52,5 milhões.

De olho em novos clientes, as empresas de cartões trabalham para atrair cada vez mais clientes.

Hoje, os benefícios podem ser transformados em milhagens de companhias aéreas, sorteio de carros, aparelhos eletrônicos, etc.

Os cartões de crédito são aceitos em mais de 900 mil estabelecimentos comerciais em todo o Brasil e podem ser usados também no exterior.

Cresce a utilização e cresce também a inadimplência. O cartão só perde para os cheques. De acordo com os dados do Serasa, o número de devedores foi de 34%.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil